Páginas

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Mercy For Animals - Brasil

Parar de comer carne vai salvar o planeta
Em um artigo recentemente publicado pela CNN, George Wang, médico e professor da Universidade Columbia e Johns Hopkins School of Medicine, afirma que comer carne é a maior causa de mudanças climáticas, desmatamento e esgotamento de recursos, e que, além de poluir o planeta, contribui para a fome mundial, pois transforma uma enorme quantidade de alimentos em ração para gado.

Pessoas pedindo alimento

Não podemos ignorar que nossos sistemas e escolhas alimentares diárias podem agravar ou reduzir a crise climática. Pode parecer estranho que comer um bife cause tanta degradação ambiental, mas as evidências desse impacto demandam uma medida imediata: levar o que comemos tão a sério quanto levamos as mudanças climáticas e o futuro do planeta.

Uma avaliação da ONU para Agricultura e Alimentação indicou que a contribuição do setor pecuário para as emissões globais de gases de efeito estufa excede a de todos os meios de transporte combinados. Ainda, as emissões causadas pela pecuária são até 250 vezes mais elevadas do que as de leguminosas, por grama de proteína.

Mudanças climáticas

Escolhas diárias

O efeito dessas emissões parece um problema difícil de reduzir e mais ainda de resolver, mas a grande solução pode ser mais simples do que imaginamos, pois está numa escolha que fazemos todos os dias: o que colocamos em nossos pratos.

Ainda de acordo com relatórios da ONU, cerca de 80% de todo o desmatamento da Amazônia é causado pela pecuária. Além disso, o consumo de carne está diretamente ligado à a fome mundial e à a má distribuição de alimentos; enquanto quase 800 milhões de pessoas sofrem de subnutrição, 35% dos grãos no mundo são destinados à criação pecuária.

Desmatamento na Amazônia

Por que mudar

Estudos apontam que, enquanto consumir produtos de origem animal ameaça nosso futuro coletivo, causando um impacto devastador sobre o planeta, a dieta vegetariana, que exclui produtos de origem animal, é o padrão alimentar que poupa mais recursos naturais, como água e terra, e emite menos gases poluentes.

Ter a possibilidade de afetar a crise climática e ambiental de forma ampla e decisiva com uma única escolha pessoal é algo raro e muito especial. Por isso, temos o dever moral de escolher e defender dietas de origem vegetal. Não se trata apenas de um estilo de vida: é pela nossa saúde, pelo nosso planeta e pelo bem-estar e sobrevivência das futuras gerações.


Então se você se preocupa com o meio ambiente, saiba que a adoção de uma dieta vegetariana é uma das escolhas mais poderosas que um indivíduo pode fazer para salvar o planeta nos dias de hoje. Baixe o nosso Guia Vegetariano Gratuito e comece a mudar o mundo agora! :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário