Páginas

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Uma alimentação vegetariana pode ser muito mais barata do que se pensa

Uma alimentação vegetariana pode ser muito mais barata do que se pensa
A cada dia mais pessoas buscam a transição para um estilo de vida sem crueldade – e quando estão começando, é natural que surjam algumas dúvidas (que sempre teremos prazer em esclarecer).

Uma das mais frequentes é se a alimentação sem ingredientes de origem animal é mais cara. Essa é uma ideia bem comum, pois geralmente associa-se a dieta vegetariana a uma falsa necessidade de consumo de “alimentos especiais”, quando na verdade uma alimentação à base de ingredientes integrais de origem vegetal é a escolha alimentar mais indicada por ser muito mais saudável, sustentável, ética . . . e também mais econômica!

Grãos, feijões, frutas e verduras são alimentos bem mais versáteis e mais baratos do que a maior parte dos industrializados, incluindo carnes processadas e outros produtos de origem animal, como ovos e laticínios.

Mas como substituir carnes, ovos e cia?

Nutricionalmente falando, vegetais podem ser fontes mais saudáveis dos mesmos nutrientes encontrados na carne. E quando se pensa em sabor, a boa notícia é que inúmeras versões vegetarianas deliciosas de pratos da culinária tradicional brasileira e mundial (como feijoada, paella, bacalhoada) estão disponíveis em sites de receitas, geralmente elaboradas à base de vegetais simples e super fáceis de encontrar.

Mas e os substitutos propriamente ditos?

Leites vegetais

Sim, também existem produtos veganos industrializados que se assemelham a carnes e queijos. Como qualquer industrializado, esses produtos são realmente mais caros, mas outra boa notícia é que praticamente todos eles podem ser preparados em casa por uma fração do preço de mercado. Esse é o caso dos leites vegetais, por exemplo, e mesmo de queijos veganos (é possível fazer maravilhas com castanhas!)

Quanto menos processado, melhor!

A questão é que alimentos frescos e grãos preparados em casa são sempre mais saudáveis e frequentemente mais em conta do que comida processada e industrializada. Quando comprados direto do produtor, melhor ainda! Cortar o intermediário é uma ótima maneira de fortalecer produtores locais e ainda economizar.

Resumindo: seguir uma alimentação sem carnes e demais produtos de origem animal não significa ter que consumir itens caros. É perfeitamente possível criar um cardápio delicioso a partir de ingredientes básicos, que podem ser explorados de inúmeras maneiras – e as receitas veganas estão aí para isso.

Hambúrguer de grãos e vegetais

Então, da próxima vez que for ao supermercado, que tal fazer um teste? Compare o preço da carne, de queijos e outros produtos de origem animal com o preço dos produtos da seção de hortifrúti. Depois pesquise na internet receitas de versões veganas de seus pratos favoritos e, por que não, outras que nunca provou.

Você vai se surpreender, ficar com água na boca e ainda economizar!

Para saber mais sobre o universo vegetariano, peça nosso Guia Vegetariano – é gratuito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário