Páginas

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Ronaldo Caiado ENQUADRA e faz Dilma Rousseff gaguejar e se irritar com o...

EMBATE Magno x Vanessa: "É você ou eu o doido"

Ana Amelia desbanca Gleisi Hoffmann e é aplaudida no congresso

O processo de impeachment entra em seu 4o dia e a qualquer momento em que ligamos a TV lá está Janaina Paschoal, incansável, guerreira, competente. Janaina, você nos representa! Força! Jamais esqueceremos o que você está fazendo!

Ana Eli Guirau ‎Politizados

E aqui no Brasil estaremos em frente ao Consulado da Venezuela!! O NasRuas apoia a causa Venezuelana e chama os Venezuelanos que moram em São Paulo e os Brasileiros a comparecerem no consulado da Venezuela neste dia 01/09/16 para fazer coro a mega manifestação de Caracas para o aceite do revocatório na Venezuela para a saída de Maduro #ForaMaduro Consulado da Venezuela Hora: 10:00 h Rua General Fonseca Teles 564, JdPaulista



NasRuas

HERÓI.

Dilma, aquela da mandioca e do cachorro que vem sempre atrás de uma criança, consagrou na sua despedida, a árvore.

folha centro sul MPF denuncia repasse ilegal de R$ 500 bilhões do governo ao BNDES

MPF denuncia repasse ilegal de R$ 500 bilhões do governo ao BNDES

ATUALIZADO EM 27/08/2016
Estima-se, que além de tudo o que a Lava Jato já apurou, que os ladrões corruptopatas, consumiram com, NO MÍNIMO R$ 1 TRILHÃO. Dinheiro que roubaram da Petrobras e Via BNDES, além do vandalismo e do saque descarado aos cofres públicos.
REVEJA>>>
Em 09/05/2015 foi divulgado na velha mídia que o oceano de dinheiro que verteu do BNDES, até 2015, foi quase de R$ 500 bilhões. Ou seja, meio trilhão de reais. Isso, é o que o Ministério Público sabia, REPASSADO DO GOVERNO AO BNDES, QUE POR SUA VEZ REPASSOU AOS ESQUEMAS DAS EMPREITEIRAS NO BRASIL E EM OUTROS VÁRIOS PAÍSES.
Agora veja o que sucede: Marcelo Odebrecht QUE AINDA É UM CRIADO MUDO,  condenado pelo Juiz Moro a mais de 19 anos de prisão em regime fechado, dedura uma coisinha aqui, outra ali, mas sem entregar o caminho das pedras.
Vale lembrar que os vagabundos compraram até um banco para lavar dinheiro e pagar propina pra geral.
Ah, se não fosse o Juiz Moro, a PF e os Procuradores do MPF da República de Curitiba ein?
REVEJA O ARQUIVO ABAIXO:
É inacreditável o que foi feito no Brasil. O governo que deveria cuidar de seu povo, investir na melhoria de vida da população, desvia mais de R$ 1 trilhão através do BNDES, para outros países, sem qualquer transparência ou um mínimo de explicações, ainda sob sigilo absoluto.
Mas, graças ao MPF está sendo aberta a caixa-preta do que pode ser o maior escândalo de todos os tempos.
Contudo, nos perguntamos: que diabos o PT, Lula e Dilma fizeram com tanto dinheiro?
TÁ NA MÍDIA - ***No dia 14 de abril, o economista Luciano Coutinho, presidente doBanco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, o BNDES, esteve no Senado para explicar os empréstimos do maior guichê do capitalismo de Estado brasileiro. Citou o apoio a 91 dos 100 maiores grupos nacionais, o financiamento à metade de todos os investimentos em infraestrutura no país e o estoque de empréstimo da ordem de R$ 263 bilhões, correspondente a 11% do PIB.
Foi chamado 44 vezes de presidente. Chamou meia dúzia de senadores de Vossa Excelência. Talvez para mostrar quem está acima de quem no poder político brasileiro.

A próxima visita de Coutinho ao Senado será provavelmente diferente. Duas semanas após a tranquila exposição do economista, a oposição conseguiu as assinaturas suficientes para criar uma CPI destinada a investigar os bilionários empréstimos secretos do BNDES. Suspeita-se que algumas das operações tenham sido excessivamente camaradas – e algumas empresas especialmente privilegiadas. Ademais, a oposição quer investigar os indícios de que o ex-presidente Lula, conforme revelou ÉPOCA em sua última edição, tenha feito tráfico de influência junto ao BNDES, de modo a favorecer a Odebrecht, uma das empresas que mais obtiveram dinheiro do banco.
O núcleo de combate à corrupção da Procuradoria da República em Brasília abriu investigação para descobrir se Lula atuou em favor da Odebrecht não apenas no BNDES, mas também junto a governos amigos do PT, os quais contrataram a empreiteira com dinheiro do banco brasileiro – algumas vezes após visitas do petista, bancadas pela Odebrecht, aos presidentes desses países. Lula, o BNDES e a Odebrecht negam qualquer irregularidade.
Os senadores também aprovaram o fim do sigilo nos empréstimos do banco. A presidente Dilma Rousseff pode vetar a medida – e o Congresso, cada vez mais hostil à petista, ainda pode derrubar um possível veto. Na Câmara, uma CPI com o mesmo objetivo estará na praça no segundo semestre, após o fim da comissão que investiga o petrolão. A Procuradoria da República no Rio de Janeiro, sede do BNDES, também investiga os empréstimos. A cada dia, crescem as suspeitas sobre as operações do banco.

Hoje, boa parte da economia brasileira roda com dinheiro das empresas que enchem o tanque no posto do BNDES. É gasolina batizada, segundo o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União. Numa representação inédita obtida por ÉPOCA, o MP afirma que o BNDES recebeu de maneira irregular do Tesouro Nacional cerca de R$ 500 bilhões, que incharam o banco nos últimos seis anos. A representação contém uma avaliação prévia do MP, que solicita investigação por parte do TCU. Segundo o MP, o dinheiro público pode ter ido parar nas contas das empresas que receberam os empréstimos no Brasil e no exterior. “A operação foi desenhada como um subterfúgio para lançar mão de recursos que, por lei, não poderiam ser destinados a empréstimos ao BNDES (...) Configura verdadeira fraude à administração financeira e orçamentária da União”, diz o documento do MP, que aponta os fatos como “graves”. 

Os repasses considerados irregulares pelo MP começaram em 2008, no segundo mandato de Lula, e prosseguiram até o ano passado, no primeiro mandato de Dilma. Naquele ano, o governo passou a usar dinheiro da conta única do Tesouro – uma espécie de cofrinho de emergência do país – para financiar as operações do BNDES. A conta única é abastecida com dinheiro de operações feitas pelo Banco Central. Quando, por exemplo, o BC tem lucro com a compra ou a venda de moedas, esse dinheiro vai para a conta única. O cofrinho só pode ser quebrado, segundo o MP, para que o governo pague suas dívidas. Para quebrá-lo, o governo fez uma malandragem: passou a emitir títulos de dívida ao banco estatal. Com eles, o BNDES conseguia pegar o dinheiro e emprestá-lo às empresas.

Assim, segundo o MP, o BNDES virou credor; e o Tesouro, devedor, o que é proibido, de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal. O certo, ainda de acordo com o MP, seria o Tesouro captar recursos no mercado ou arrecadar impostos com os contribuintes e repassar esse dinheiro para o BNDES, contabilizando em seu orçamento. Mas não foi o que ocorreu. “O governo federal criou desse modo uma operação insólita”, diz a representação, assinada pelo procurador Júlio Marcelo de Oliveira no dia 6 de maio.

No documento, ele pede ao ministro Raimundo Carreiro que autorize os auditores do TCU a seguir o rastro do dinheiro que abasteceu o BNDES. O procurador também quer que os técnicos do Tribunal identifiquem o fluxo financeiro entre o banco estatal e o Tesouro. As diligências deverão ter sete principais frentes de atuação. Entre elas, está a apuração dos responsáveis pela arquitetura da transação. Será avaliado se a administração atual do BNDES foi conivente com esse tipo de operação, que, segundo o MP, foi “esdrúxula”.
(Informações de Época via G1)
FCS Brasil

Advogados. Ação! — com Paulo Roberto.

Lula, Dilma e PT precisam pedir para sair

 Edilson Martins

Lula, Dilma e PT precisam pedir para sair

by edilsonrmartins
lula-sarney-renan
Dirceu 5
Ainda é extremamente cedo para se fazer a avaliação histórica da Operação Lava-Jato.
Claro. Não há ainda, distanciamento.
E, no entanto, podemos imaginar que ela abriu a cortina que escondia a apropriação indevida, criminosa, da administração pública e das estatais pelo grupo político que liderou o PT.
E que se associou aos grupos mais carreiristas e nada éticos que o país já conhecia. 
A Nova República petista, que se inaugura em 2003, em 13 anos de poder surfou no crescimento chinês - as comodities -,  ganhou estabilidade para as inclusões sociais a partir do Plano Real, mas terminou gastando mais, muito mais, queimando recursos, do que os resultados produzidos pelo PIB brasileiro.
Afora tudo isso, represou preços - petróleo, energia, quebrando inclusive a Petrobras - e, se mais não fosse, produziu um grande estelionato nas eleições de 2014 para reeleger Dilma.
Dizer que o lulopetismo e Dilma não tm culpa no cartório é mais que tropeçar em evidências; é afrontar as pessoas que aianda neste país.
Dilma, Lula e o PT perderam credibilidade para governar o país, mesmo tendo, todos nós, que suportar, transitoriamente, Temer, o sapo transformado em príncipe, e seu grupo nada confiável.


edilsonrmartins | 28 de agosto de 2016 às 8:49 PM | Tags: Lula - Dilma - Inocentes - país quebrado| Categorias: Sem categoria | URL: http://wp.me/p5iPRc-5p4

A má gestão da empresa Brasil

 Edilson Martins

A má gestão da empresa Brasil

by edilsonrmartins
João Santana e Lula
A maior empresa brasileira, a que mais emprega, e mais contrata, inclusive outras empresas, está quebrada.
O curioso é que os seus donos, os que contribuem financeiramente para sua existência, a realização de seus projetos, não têm nenhum poder de decisão sobre esta grande multinacional. 
Quem decide suas estratégias, suas decisões, quem traça a política financeira e seus projetos, são deputados, senadores, e o poder executivo. Daí a gravidade dos erros de sua gestão.
Estamos falando da máquina estatal brasileira. 
E se o poder alçado luta para multiplicar o tamanho desse estado, conforme fez o lulopetismo na pressuposta defesa de nossa soberania, demagogicamente falando em defesa do nacionalismo, então a vaca termina indo para o brejo, conforme aconteceu entre nós. 
Não caminhamos para viver o colapso da experiência grega.
A Grécia já é aqui.







Dilma: a humildade às vésperas do crepúsculo

 Edilson Martins

Dilma: a humildade às vésperas do crepúsculo

by edilsonrmartins
Dilma 11
Dilma revela que para fazer hoje a defesa de seu mandato, no Senado, se debruçou sobre a vida e o curriculo de cada senador.
Não perdendo de vista que muitos dos que vão votar pela sua cassação foram seus ex-ministros, ex-auxiliares, trata-se, portanto, de uma piada pronta.
Há ministro, que servindo ao PT em dois mandatos presidenciais, nunca sequer tiveram oportunidade de serem recebidos, em seus despachos, por Dilma. E não poucos foram reprovados publicamente.
Arrogante, voluntarista, e quase sempre grosseira, Dilma agora, às vésperas de ser defenestrada, ganha a doçura dos anjos querubins.
Piada de salão.

edilsonrmartins | 29 de agosto de 2016 às 10:13 AM | Tags: Dilma - Senadores - defesa no Senado -| Categorias: Sem categoria | URL: http://wp.me/p5iPRc-5qb

Lula e a pergunta que nunca lhe foi feita

 Edilson Martins

Lula e a pergunta que nunca lhe foi feita

by edilsonrmartins

Lula e dilma = b
Hoje Lula se queixa, e não é mais segredo para ninguém, que Dilma teria sepultado a sua obra. Voluntarista, despreparada, arrogante, nunca quis ouví-lo, confessa o Criador, e deu no que deu.
Fica a pergunta; ninguém nunca no PT ousou perguntar a Lula porque a escolheu, havendo outros quadros, inclusive alguns defenestrados pela sua omissão, ou desejo oculto, e foi logo escolher uma pessoa de outro partido?
No caso o PDT, cujo líder maior revelou até que ele seria capaz de torcer o pescoço da própria mãe, em nome de sua ambição política ?
Lula, um animal político sem dúvida alguma, por que escolheu uma mulher com os predicados acima mencionados, e ainda por cima bastante tonta?
Se Dilma contribuiu para o esfacelamento vivido hoje pelo PT, ninguém até agora teve coragem de indagar sobre isso ao Grande Guia? 
Nem durante as rodadas de uma pinga esperta, que nem mesmo com a memória do câncer as teria abandonado? 
Sob os efeitos de uma cachaça generosa, todos sabem, ficamos mais abertos para questionamento delicados e perguntas inconvenientes.
Parece que ninguém ousou, nem  mesmo os parceiros dessas rodadas alegres e festivas.

edilsonrmartins | 29 de agosto de 2016 às 10:36 AM | Tags: Dilma - Lula - Sucessão - Quadros do PT| Categorias: Sem categoria | URL: http://wp.me/p5iPRc-5qt

Receita tira isenção fiscal do Instituto Lula por "desvio de finalidade" POR NOTÍCIAS AO MINUTO



A investigação, conduzida pela Polícia Federal, começou em dezembro do ano passado

O Instituto Lula perdeu a isenção fiscal durante o período de 2011 a 2014 por "desvios de finalidade", segundo o jornal Folha de S. Paulo. A Receita Federal puniu a entidade com uma multa milionária, entre R$ 8 milhões e R$ 12 milhões, cobrança de imposto de renda relativo ao período e contribuições sociais. O Intituto será comunicado formalmente durante essa semana sobre as cobranças.
PUB
A investigação, conduzida pela Polícia Federal, começou em dezembro do ano passado. Dentre as irregularidades apuradas está o repasse de R$ 1,3 milhão para a empresa G4 Entretenimento, pertencente ao filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Fábio Luís, e Fernando Bittar, dono do sítio de Atibaia, pois a Receita afirma que houve simulação de prestação de serviço como forma de transferência de recursos da entidade. Outras irregularidades apontam que houve pagamentos sem destinatários e aluguel de imóvel apontado como sede, mas que era diferente do endereço do Instituto. Os auditores apontam que o repasse se configura como desvio de funcionalidade.
O Instituto recebeu, durante o período, quase R$ 35 milhões em doações, sendo grande parte de empreiteiras como Odebrecht e Camargo Corrêa, envolvidas na Lava Jato. Os investigadores suspeitam que o Instituto tenha sido usado para lavar dinheiro do esquema de corrupção da Petrobras. O Instituto Lula declarou ao jornal, por meio de sua assessoria, que não iria comentar o assunto enquanto não fosse notificado.

Notícias Ao Minuto
Notícias Ao Minuto

Por que Dilma será condenada pelo tribunal da história

O Antagonista

29 de Agosto de 2016


Por que Dilma será condenada pelo tribunal da história


Por Mario Sabino

Dilma Rousseff está no Senado enquanto escrevo.

No seu discurso de defesa, ela afirmou que não decretou a abertura de créditos suplementares sem autorização do Congresso e negou ter contraído empréstimos proibidos junto a bancos públicos, a fim de encobrir a cratera lunar nas contas do governo. Os seus crimes de responsabilidade são golpe da oposição, dos ex-aliados traidores, das elites econômicas e, como de hábito, da imprensa.

Para tentar suscitar compaixão nos seus juízes, a petista apelou às torturas sofridas durante o regime militar (que, não esqueçamos, ela queria ver substituído por uma ditadura comunista) e ao câncer do qual se curou (como se doença fosse certificado de idoneidade).

Agora, nas respostas às perguntas dos senadores, nem mesmo petistas e afins conseguem segurar-se nas cadeiras e fingir alguma atenção às suas falas desconexas. Preferem fazer selfies com Chico Buarque, na parte da galeria reservada aos convidados. Posso imaginar, aliás, o desespero de Chico Buarque. Ouvir Dilma Rousseff é pior do que ouvir a Ópera do Malandro.

Dilma é previsível, tentou ser patética, mas carece de sintaxe e, sobretudo, pathos. Não inspira simpatia ou comiseração. Pelas expressões dos senadores, desperta apenas estupor.

Sabemos que a petista é prova de que não é necessário ter carisma para ser eleito ou para governar. Sabemos que a sua vitória nas urnas é prova de como grande parte dos brasileiros é composta por bobocas. Dilma, contudo, atesta que, assim como uma obra de arte precisa de pathos para atravessar o tempo, um político dele necessita para ser absolvido, se não no presente, pela posteridade.

Por falta de pathos, ainda que fosse inocente, ela será julgada culpada no tribunal da história, não importam os documentários ou os livros que a pintarão como vítima.

 
 
 
 



 
 

 

O MELHOR DO DIA


Dilma cometeu novos crimes no discurso


O Antagonista foi informado de que o discurso de Dilma Rousseff, para boa parte dos senadores, agravou a sua situação. Para os senadores, ela cometeu novos crimes de responsabilidade... [veja na íntegra



Dilma ininteligível 


Vejam o que Dilma falou sobre a participação de Eduardo Cunha no impeachment, a partir de pergunta de Lídice da Mata. "A contribuição foi a mais danosa possível, porque vinha sendo bem danosa quando tentamos aprovar ainda antes...” [leia mais



A jornada do impeachment


Dilma disse que se aproximou "ainda mais do povo nessa jornada para se defende do impeachment". "Ouvi críticas", admitiu. "Entre os meus defeitos, não está...” [veja mais



Dilma apela, como esperado


Dilma Rousseff apelou
 citando as torturas que lhe foram inflingidas quando era terrorista. Comparou o impeachment ao arbítrio da ditadura. É mole? 



Anastasia vai direto ao ponto


Anastasia, relator do impeachment, reiterou o crime de responsabilidade cometido por Dilma e foi direto ao ponto: O que se discute aqui não é a execução do crédito suplementar, mas... [leia mais]



Aloysio Nunes: Golpe com a supervisão do STF?


Aloysio Nunes encurralou Dilma: "A senhora agora falseia a história sobre a natureza do processo que estamos vivendo. Estamos fazendo cumprir a Constituição e não o contrário. O pais vive...” [veja mais



Momento Antagonista: O ato final de Dilma


Claudio Dantas analisa o pronunciamento de Dilma Rousseff no julgamento final do impeachment. Dilma pediu aos senadores que votem contra o impeachment, mas os chamou de golpistas. [assista ao vídeo



Lula a O Antagonista: Nunca se sabe


Claudio Dantas conversou rapidamente com Lula na saída do plenário do Senado. Lula disse que Dilma "foi muito bem" no discurso e acha que o jogo não está perdido. "Às vezes, a gente fala para ouvidos moucos. Mas nunca se sabe." [veja mais



Otto Alencar: "Votarei contra o impeachment"


Otto Alencar revelou seu voto pela primeira vez: "Votarei contra o impeachment. Não estou convencido do crime de responsabilidade", disse, com exclusividade, ao Antagonista. Por outros motivos... [leia mais



Alguma dúvida sobre Mônica Bergamo?


O senador petista Jorge Viana deu um crachá a Mônica Bergamo, para ela circular dentro do plenário. Os jornalistas ficaram indignados, porque o plenário lhes é vedado. Alguma dúvida sobre Mônica Bergamo? 



Não foi por falta de aviso, Dilma


Dilma insiste em dizer que a crise foi uma infelicíssima e imprevisível coincidência. Vencida a eleição de 2014, ela se manifestou do nada no mundo e nos arrastou para o abismo. Mas não foi por falta de aviso... [leia mais

A "esquerda mais esquerda" de Lindinho


Lindinho deu entrevista à Folha. O jornal perguntou-lhe se o PT é capaz de tomar as ruas. Ele respondeu o seguinte: "Não tenho dúvida de dizer que...” [veja na íntegra



O "choro técnico" petista


Como dissemos no domingo, senadores petistas pretendem chorar. Letícia Sabatella os ensinou a técnica do "choro técnico"? 



Vale jogar Pokémon Go, senadores


O discurso de Dilma Rousseff, como esperado, vai ser mais do mesmo. Ela dirá que é honesta, que representa o povo contra as elites e que o impeachment é um ato... [leia mais



Frustre a direção, Caiado


Ronaldo Caiado
 disse aos jornais que, se provocado por senadores petistas, irá reagir. O senador deveria frustrar o plano da direção do "documentário do golpe" de filmar tumultos no plenário.



Vamos evitar ferir suscetibilidades


A grande pergunta em Brasília não é se Dilma sofrerá mesmo o impeachment. É se Renan Calheiros vai votar a favor ou abster-se. Para evitar... [leia mais



Instituto Lula: desviou, pagou


A Folha noticia que a Receita Federal suspendeu a isenção tributária de que gozou o Instituto Lula entre 2011 e 2014. Motivo: "desvio de finalidade". O maior "desvio de finalidade" foi repassar... [veja mais



O curso de Dilma


Dilma Rousseff
 pensa em dar aulas depois do impeachment. Elas serão sobre fraude fiscal?



É você, caro Lauro


O PT ofereceu passagens e hospedagem aos convidados para dar "apoio moral" a Dilma Rousseff no Senado. Lauro Jardim comenta que ninguém sabe... [leia mais



Não teve jeito


Houve quem defendesse que Michel Temer cancelasse a sua viagem à China, para evitar o impacto de ter Rodrigo Maia interinamente na Presidência logo depois do impeachment de Dilma... [leia mais]
 
 
 
 



 
 

 

Tucanos burros


O Antagonista ouviu ontem que uma ala do PSDB quer romper com Michel Temer logo depois do impeachment de Dilma Rousseff. Esses tucanos acham que apostar no caos é a melhor forma de... [veja mais



Você sabe responder?


Qual será o maior acontecimento da semana depois do impeachment de Dilma Rousseff? O julgamento no STF de um recurso que pede o fim da prisão de condenados... [veja mais