Páginas

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Lula, o mais "nocivo"

O Antagonista
Mantenha seus amigos bem informados compartilhando a newsletter de O Antagonista com conteúdos exclusivos!
 
 

21 de Junho de 2017

 
 

Bandido contra bandido

 
por Felipe Moura Brasil

Joesley Batista contou em entrevista à Época como comprou o silêncio de Lúcio Funaro e Eduardo Cunha, que reagiu, em texto escrito na cadeia, acusando Joesley de omitir que se encontrou com Lula e o próprio ex-presidente da Câmara durante o processo de impeachment de Dilma Rousseff.

Dá gosto de ver a riqueza de detalhes de ambos os relatos:

JOESLEY: “O Eduardo me pediu R$ 5 milhões. Disse que eu devia a ele. Não devia, mas como ia brigar com ele? Dez dias depois ele foi preso. Eu tinha perguntado para ele: ‘Se você for preso, quem é a pessoa que posso considerar seu mensageiro?’. Ele disse: ‘O Altair procura vocês. Qualquer outra pessoa não atenda’. Passou um mês, veio o Altair. Meu deus, como vou dar esse dinheiro para o cara que está preso? Aí o Altair disse que a família do Eduardo precisava e que ele estaria solto logo, logo. E que o dinheiro duraria até março deste ano. Fui pagando, em dinheiro vivo, ao longo de 2016. E eu sabia que, quando ele não saísse da cadeia, ia mandar recados.”

CUNHA: “Ele [Joesley] fala que só encontrou o ex-presidente Lula por duas vezes, em 2006 e 2013. Mentira. Ele apenas se esqueceu que promoveu (sic) um encontro que durou horas, no dia 26 de março de 2016, Sábado de Aleluia, na sua residência na rua França, 553, em São Paulo, entre eu, ele e Lula, a pedido do Lula, a fim de discutir o processo de impeachment, ocorrido em 17 de abril, onde pude constatar a relação entre eles e os constantes encontros que eles mantinham.”

Joesley não negou a reunião: explicou que “destacou dois encontros” com Lula, mas “esteve em outras ocasiões com o ex-presidente”.

Uma pena não ter gravado pelo menos esta.

Na data citada por Cunha, Dilma tentava segurar em seu governo o PMDB.

No dia seguinte, Lula se encontrou em São Paulo com o então vice Michel Temer, também presidente nacional do PMDB na ocasião.

Temer disse a Lula que o rompimento com o governo Dilma era inevitável.

A tentativa de acordão de Lula não deu certo. O comandante máximo perdera força de articulação e acesso ao foro privilegiado no dia 18 de março, quando Gilmar Mendes suspendeu sua nomeação como ministro, ocorrida no dia 16, o mesmo em que o juiz Sérgio Moro divulgou a conversa entre Lula e Dilma sobre o envio e o uso do termo de posse “em caso de necessidade”.

A delação de Joesley, no entanto – que ainda coloca Temer como avalista da compra de silêncio de Cunha –, levou o atual presidente e principal alvo de denúncias e gravação do empresário a embarcar junto com Aécio Neves no mesmo navio de guerra de Lula contra a Lava Jato, não sem a ajuda conjunta dos ministros timoneiros do TSE e do STF ligados aos três.

Como comentamos em Reunião de Pauta, Temer (com Joesley) e Lula (com Léo Pinheiro e Renato Duque) deixaram os operadores de lado na hora do aperto e apareceram em episódios de aparente obstrução de Justiça; bem como deixaram indícios de uso de dinheiro sujo em reformas de imóveis familiares.

Guardadas as devidas proporções dos crimes supostamente cometidos e as acusações do presidente de que Joesley protege o PT, hoje Temer e Lula estão juntinhos – até que um bandido os separe.

felipemb@oantagonista.com
 
   


AO VIVO | TV Antagonista - Edição das 17h



Gleisi acusa Moro e Dallagnol de ganharem dinheiro com a Lava Jato


Gleisi Hoffman, codinome Amante, acusou o juiz Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol de estarem ganhando dinheiro com a Lava Jato. Ela discursou no plenário...[ leia mais]


Ao vivo: a delação da JBS no STF >>   AQUI! 


A mensagem que o STF passará, se...
Rodrigo Janot alerta para o risco de o STF não validar a homologação da delação da JBS. A mensagem que se passará, segundo ele, é...

E Vossas Excelências?
Em seu voto, Edson Fachin lembra que Teori Zavascki homologou 19 delações monocraticamente...

Janot defende relatoria de Fachin
Rodrigo Janot defende a relatoria de Edson Fachin sobre o acordo de colaboração de Joesley Batista e demais executivos...


Um país de malucos


Enquanto o STF julga se Edson Fachin pode manter a relatoria da delação da JBS, a CCJ do Senado aprovou a PEC do "recall" -- a possibilidade de o mandato do presidente da República ser revogado...[ leia mais]



ANÚNCIO - INVERSA

“Isto sobre Bolsonaro você não verá em outro lugar”


Autor da newsletter “Troublemaker”, Ricardo Schweitzer faz uma análise sobre o que pensa o mais controverso dos presidenciáveis em relação à economia. Para receber gratuitamente os detalhes de um tema inexplorado pela mídia, basta se inscrever...[ leia mais]



AGU pede bloqueio de bens da JBS


A AGU pediu ao TCU o bloqueio de bens da JBS, para garantir o ressarcimento de prejuízos de 850 milhões de reais causados pela empresa ao BNDES...[ leia mais]


E Lula, Joesley?


A Folha noticia que Joesley Batista disse à PF que Michel Temer tentou emplacar José Yunes como advogado de uma causa da J&F que renderia 50 milhões de reais ao escritório do amigo do presidente...[ leia mais]


Aécio deixa tucanos incomodados


Aécio Neves livrou-se da cadeia, a sua irmã foi solta, mas muitos tucanos não estão felizes com o fato de ele não pensar em renunciar à presidência do partido...[ leia mais]


ANÚNCIO - EMPIRICUS

Tenha acesso ao melhor plano de previdência da sua vida


Esta pode ser a última chance de você ter acesso ao produto premium com aportes pequenos para o resto da vida...[ Leia Mais]


Temer está certo ao usar a caneta


O senador Hélio José, que votou contra a reforma trabalhista no CAS, teve dois apadrinhados...[ leia mais]


UNE: democracia ou vale-tudo?


O Congresso que elegeu nova presidente da UNE teve pancadaria: três saíram de ambulância para o hospital...[ leia mais]


PF encontra indícios de propina para Pezão


A Polícia Federal descobriu indícios de pagamento de propina a Luiz Fernando Pezão, no âmbito das investigações da Lava Jato...[ leia mais]


Reunião de Pauta: "Lula e Temer juntos"




ANÚNCIO - JOLIVI

A fruta que devolve sua masculinidade


A partir dos 40, todos os homens apresentam uma queda natural na testosterona. O que poucos sabem é que há uma fruta capaz de interromper e reverter este processo. Descubra como um alimento pode devolver a sua masculinidade..... [leia mais]



Lula, o mais "nocivo"


O Instituto Paraná também fez a seguinte pergunta sobre a Lava Jato a eleitores do Distrito Federal:
Dos envolvidos na Lava Jato, quem o Sr (a) considera o mais nocivo para o Brasil pelo que já fez?...[ leia mais]



Bolsonaro em primeiro lugar no Distrito Federal


O Instituto Paraná fez uma pesquisa eleitoral no Distrito Federal.
Eis os primeiros colocados, com Doria como o candidato tucano...

Nenhum comentário:

Postar um comentário