Páginas

sexta-feira, 26 de maio de 2017

A linda história de uma vaquinha e seu melhor amigo cachorro

A linda história de uma vaquinha e seu melhor amigo cachorro
Moonpie é uma vaquinha de sorte. Salva de uma casa de leilões de gado nos EUA onde milhões de animais são vendidos diariamente para a indústria da carne, Moonpie teve a chance de conhecer a felicidade no Rocky Ridge Refuge, um santuário em Arkansas que cuida de animais resgatados da exploração.

Quando chegou ao santuário, Moonpie ainda era um bebê frágil, que dependia de leite para se alimentar. Por isso, os donos do local preferiram mantê-la separada das outras vacas resgatadas. Além disso, o clima estava frio e chuvoso, rigoroso demais para um bebê. Foi assim que ela acabou ficando dentro de casa e.... adorou!


Assim que Moonpie chegou, ganhou 12 “irmãos” caninos, que ficaram encantados ao conhecê-la. Ela, por sua vez, fez amizade com todos, mas sentiu uma afinidade especial por um terrier branco e surdo chamado Spackle, que se tornou seu melhor amigo, protetor e companheiro de sofá.



"Os cães são suas mães adotivas", explica Wolf, dono do santuário. "Eles brincam e limpam o rosto dela, do mesmo jeito que sua mãe faria. Eles adoram fazer isso."

Moonpie aprende tudo com os seus amigos cães, imitando seus comportamentos. Até aprendeu a "usar o banheiro" da mesma forma que eles – prefere fazer isso fora de casa.


Agora que o tempo está melhor, Moonpie passa mais horas ao ar livre e até já conheceu outro bezerro miniatura do santuário, mas ainda falta conhecer os outros animais: um emu, um búfalo, uma zebra, capivaras, porcos, cabras, galinhas e outras vacas, todos resgatados de situações de exploração. Enquanto isso não acontece, ela tem uma grande família de cães lhe fazendo ótima companhia.




"É tudo apenas uma questão de quem está no seu espaço", diz Wolf. "Você ama aqueles com quem convive, e acho que ela já sabe que há muitos amigos diferentes no mundo."

Para fazer com que mais animais tenham a chance de conhecer a felicidade, por favor, deixe-os fora do seu prato. Peça nosso Guia Vegetariano. É grátis!

Nenhum comentário:

Postar um comentário