Páginas

quinta-feira, 25 de maio de 2017

A cada segundo, 180 frangos são abatidos cruelmente no Brasil

A cada segundo, 180 frangos são abatidos cruelmente no Brasil
É difícil acreditar na escala da produção moderna de carne de frango. Para se ter uma ideia, a indústria de exploração animal mata mais frangos por semana do que a indústria de carne bovina e de laticínios mata em um ano inteiro. Isso ocorre porque os frangos são animais tão pequenos, que cada pessoa que consome esse tipo de carne já é responsável pela morte de cerca de 23 aves todos os anos.


Atualmente, há mais frangos confinados em fazendas industriais do que todas as outras aves e mamíferos domesticados no mundo! São cerca de 55 bilhões de frangos mortos por ano. Alguns são criados confinados em pequenas gaiolas, outros em galpões imundos, escuros e superlotados, mas todos levam uma vida de extremo sofrimento e são mortos ainda jovens, de forma totalmente desumana.


Esses animais sensíveis e sencientes (capazes de sentir), nomeados pela indústria como “frangos de corte”, são manipulados para crescer tão rápido, que chegam a atingir um peso de 6,2 kg com apenas 48 dias de vida. Com frequência, essa situação – totalmente anti-natural – faz com que suas pernas não aguentem o peso corporal excessivo e se quebrem, impedindo-os de andar e causando dores terríveis até o momento do abate, quando a maioria é mutilada ainda consciente.


No Brasil, a cada segundo, um porco, um boi e 180 frangos são abatidos cruelmente para consumo humano.

Quando paramos de consumir carne e outros produtos de origem animal, fazemos com que milhares de animais deixem de viver e morrer de forma absolutamente covarde e cruel. 

Clique aqui e baixe agora o nosso Guia Vegetariano Gratuito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário