Páginas

sexta-feira, 31 de julho de 2015

CLARIN NEWS Brasil



É de 93% a chance do Instituto Lula ter sido "atacado" por integrantes do próprio PT.
31/07/2015
Jonah Jameson


São Paulo, 31 de Julho de 2015 - A aprovação da pessoa e do governo petista da presidente Dilma Rousseff é de 7,3% segundo índices de pesquisa. Portanto é dentro desse índice que reside os prováveis autores do falso atentado ao Instituto Lula em São Paulo. O ataque ocorreu por volta das 22h de quinta-feira (30) e o objeto foi arremessado de dentro de um carro, segundo o instituto. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o Secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, mantiveram contato e as investigações foram iniciadas, informou a SSP.

Segundo se comenta entre alguns peritos que, por razões óbvias, não quiseram se identificar plenamente tudo levará a crer, se não obscurecerem as investigações corretas, que o provável "atentado"(aspas mesmo) será uma falsa bandeira por duas razões:

1) Desvio de foco e vitimização da figura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que está na mira laser da Operação Lava-Jato e cuja prisão poderá destruir em muito suas pretensões para às eleições presidenciais de 2018 mesmo levando em conta a parcela psicologicamente doente de eleitores desse candidato e de seu partido político.

2) A demonização da inexistente "Direita" e a surda tentativa de adequar o atentado e suas nuances às côres de dedo militar no meio e assim uma vã intenção de pintar o governo Dilma Rousseff como alvo de inexistente golpismo via apurações das iniquidades governamentais através da Polícia Federal e sua Operação Lava-Jato e das contas do TCU.

O simples fato de o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, manter contato com as autoridades policiais da cidade de São Paulo já demonstra sim uma certa suspeita.

Em nota, o instituto afirmou que o ataque foi "político" e informou esperar que os responsáveis sejam punidos. O vídeo de segurança que mostra o momento do ataque já está na Internet e mostra um carro preto passando pelo local sendo dele que foi lançado o artefato explosivo e depois seguindo em frente e virando à direita logo seguido por um outro automóvel também preto e também virando à direita.

Talvez não se demore muito em achar os culpados e não será surpresa nenhuma que os responsáveis façam parte daquele grupo denominado "idiotas úteis" em que ou foram cooptados e enganados pela ala de inteligência da esquerda para promover a farsa sem saber quem eram seus planejadores e que caírão na armadilha com a provável identificação ou denúncia anônima que os façam ser os bodes expiatórios... ou serão os militantes notoriamente analfabetos políticos de esquerda que se predisporam a realizar tal ato e serão devidamente encobertos.

Não há mais espaços para especulações quando se lida com o crime organizado.


Juca Chaves no programa do Jô fala sobre a DITADURA CULTURAL

Juca Chaves no Programa do Jô - IDIOTIZAÇÃO COLETIVA

BEATRIZ CATTA PRETA ABANDONA A ADVOCACIA

 CRISTALVOX

BEATRIZ CATTA PRETA ABANDONA A ADVOCACIA. SE DIZ AMEAÇADA PELA CPI DA LAVA JATO!

by Leudo Costa
Responsável por firmar nove acordos de delação premiada de réus da Operação Lava Jato, a advogada Beatriz Catta Preta disse ao “Jornal Nacional” que deixou o caso e decidiu abandonar a advocacia porque se sentiu ameaçada.
“Depois de tudo que está acontecendo, e por zelar pela minha segurança e dos meus filhos, decidi encerrar minha carreira”, afirmou.
Segundo ela, a pressão aumentou após um de seus clientes, o lobista Júlio Camargo, mencionar em depoimento que pagou US$ 5 milhões em propina ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). “Vamos dizer que [depois do depoimento de Júlio Camargo] aumentou essa pressão, aumentou essa tentativa de intimidação a mim e à minha família”, disse.
A advogada também revelou que chegou a receber ameaças veladas. “Não recebi ameaças de morte, não recebi ameaças diretas, mas elas vêm de forma velada, elas vêm cifradas”.
Questionada sobre o valor de R$ 20 milhões que teria recebido por seus honorários na Lava Jato, Catta Preta afirmou que o número é “absurdo”. “Não chega perto da metade disso”, disse. A advogada explicou que os pagamentos foram feitos no Brasil por meio de transferência bancária ou em cheque, com emissão de nota fiscal e recolhimento de impostos.BEATRIZ CATTA PRETA
Leudo Costa | 30 de julho de 2015 às 9:48 pm | Categorias: Justiça | URL: http://wp.me/p5EbWk-1Ew

REVOLTANTE !!!!!!!!!


SOS Animal com amor

SOS Animal com amor


Posted: 30 Jul 2015 08:33 AM PDT

A dona desse Pitbull  vai levar ele para eutanásia  porque não pode cuidar  isso  é um absurdo , não pode cuidar  arruma um dono antes de pensar em matar . Não pode cuidar  não pega  animal !!!

ATENÇÃO  SÃO PAULO !!!!
NÃO DEIXEM  ESSE INOCENTE MORRER 

Ele precisa  de um lar temporário  ou um lar definitivo para que a vida dele seja salva .

Contato 

Sabrina 
tel (11) 96057-9978

Divulguem !!!!!!!!!!

Como mandar mensagens BBC

Como mandar mensagens de celular quando não há cobertura nem internet

  • 31 julho 2015
Credito: Thinkstock
Aplicativos e acessórios ajudam a mandar mensagens quando não há sinal
Você chegou com amigos a um show mas, de repente, se vê sozinho no meio da multidão. Tenta o Whatsapp, mas não consegue enviar a mensagem. Tenta ligar, mas não há sinal. As redes estão sobrecarregadas.
O que fazer, então, para se comunicar com seus amigos? A BBC Mundo (serviço em espanhol da BBC) mostra três alternativas para enviar mensagens quando você não tem internet nem sinal.

Firechat

Este aplicativo já havia sido utilizado durante protestos no Irã e em Taiwan, mas ficou mais conhecida nas manifestações pró-democracia no ano passado em Hong Kong.
Em setembro, em apenas 24 horas 100 mil pessoas baixaram o app, da empresa americana Open Garden, na região administrativa especial da China.
Credito: Getty
Em apenas 24 horas, 100 mil pessoas baixaram o app em Hong Kong
Elas encontraram com a ferramenta uma maneira de se comunicar quando o Instagram havia sido bloqueado na China e muito mais mensagens que o habitual eram censuradas no "Twitter chinês" Sina Weibo.
O Firechat permitiu que eles se comunicassem inclusive sem ter acesso à cobertura telefônica ou à internet.
O app funciona graças a outros celulares que estão conectados à rede sem fio e que atuam como ponto de acesso para os terminais que não estão conectados.
Depois de instalar o aplicativo, esses últimos se conectam através da antena wifi, que permite que as mensagens se espalhem em cadeia, saltando de um usuário para outro próximo.

MeshMe

Esse aplicativo utiliza a mesma tecnologia do Firechat, e daí vem seu nome: mesh networking (comunicação em rede).
É igual ao Firechat e serve para se comunicar em meio a manifestações ou quando existe censura nas redes sociais.
Credito: Thinkstock
Apps são úteis em protestos e também em shows e festivais em que a rede fica sobrecarregada
Ele também é útil em festivais ou eventos onde as redes habituais estão sobrecarregadas, assim como nas montanhas ou em outros locais ou a cobertura seja baixa ou nula.
MeshMe permite que você se comunique com outros usuários mesmo quando seu smartphone está em modo "avião", sempre que a conexão wifi ou Bluetooth esteja ativa.
Cada celular que tenha instalado o aplicativo passa a funcionar como um roteador e passa a informações para outro aparelho usando o caminho mais eficiente no momento.
Mas os proprietários dos telefones que estiverem sendo usados como "nós" não podem ler o texto da mensagem.
Segundo a companhia, um iPhone 6 com MeshMe deveria ser capaz de transferir dados a uma distância entre 20 e 30 metros usando o sinal wifi e entre 10 a 15 metros usando o Bluetooth.

goTenna

Essa não é um aplicativo que possa ser baixado no telefone, mas um acessório para celulares que faz às vezes de antena.
É um produto de uma start-up de Nova York com o mesmo nome. A "antena" é uma barra de bolso com uma corrente para ser presa à mochila ou ao cinto.
Como os apps anteriores, o goTenna permite uma comunicação ponto a ponto, mas os usuários dos aparelhos precisam ter o acessório.
O que ela faz é criar uma rede de rádio de baixa frequência para iOS ou Android.
Não se deve esperar uma comunicação de banda larga, mas a CEO da empresa, Daniela Perdomo, diz que em horizontes abertos ela pode enviar mensagem a até 80 metros de distância.
Todas as comunicações são cifradas e contam com um sistema de reenvio constante, até se assegurar de que a mensagem chegou a seu destinatário.

Descoberto planeta rochoso extrassolar

Descoberto planeta rochoso extrassolar mais próximo da Terra

Com informações da Agência Brasil e Agência Lusa - 30/07/2015
Descoberto planeta rochoso extrassolar mais próximo da Terra
Ilustração conceitual da sombra do exoplaneta rochoso na sua estrela. A técnica de detecção captura gráficos do brilho, e não imagens diretas.[Imagem: NASA/JPL-Caltech]
Quente e rochoso
A NASA anunciou a descoberta do planeta rochoso extrassolar mais próximo da Terra conhecido até agora.
O exoplaneta, chamado HD 219134b, está a 21 anos-luz da Terra, mas está fora da zona habitável porque orbita muito perto da sua estrela.
O planeta foi inicialmente descoberto com o auxílio do instrumento HARPS, do telescópio italiano Galileu, instalado nas Ilhas Canárias, Espanha.
Posteriormente, os astrônomos seguiram a superterra com o telescópio espacial Spitzer e detectaram a sua passagem à frente da sua estrela.
Usando o método da velocidade radial (velocidade de uma estrela ao longo da linha de vista de um observador), os astrônomos calcularam que o HD 219134b tem uma massa 4,5 maior do que a Terra e demora três dias para completar uma volta em torno da sua estrela.
Os dados obtidos na faixa do infravermelho revelaram que o HD 219134b é 1,6 vez maior do que a Terra.
Combinando o tamanho e a massa do exoplaneta, os astrônomos chegaram à sua densidade e confirmaram que se trata de um planeta rochoso, tal como a Terra.
Trânsito planetário
Maior do que a Terra, o exoplaneta não pode ser visto diretamente, nem mesmo com telescópios, mas sua estrela é observável a olho nu, em céu escuro, na constelação da Cassiopeia, próximo à Estrela Polar.
O HD 219134b é também o planeta fora do Sistema Solar mais próximo da Terra a ser detectado pela técnica de trânsito, ao passar à frente da sua estrela. Isto o torna um corpo celeste ideal para futuros estudos, principalmente para verificar a existência de uma atmosfera.
"Se o HD 219134b tiver atmosfera, a sua composição química pode imprimir uma 'assinatura' na luz da estrela observada, e será um dos exoplanetas mais estudados nas próximas décadas", disse o pesquisador Michael Werner.
O sistema planetário ao qual pertence o exoplaneta agora descoberto é formado por mais três planetas. Dois deles são relativamente pequenos e não estão muito longe da sua estrela.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

A IMBECIL.

VAMOS ACABAR COM OS CAÇADORES.


Nós não podemos trazer Cecil, o majestoso leão do Zimbábue, de volta à vida. Mas podemos pressionar os Estados Unidos e a União Europeia a aprovarem regras para proteger os leões que restam no mundo. Para vencer, precisamos de uma avalanche de assinaturas e compartilhamentos no Facebook, Twitter, e-mail... ou seja, em todos os lugares: 

ASSINE A PETIÇÃO
Caros amigos,

Um dentista americano apareceu nos jornais do mundo todo por ter matado brutalmente Cecil, um leão dócil do Zimbábue.

Mas seu ato repugnante criou uma oportunidade para salvarmos todos os leões do mundo.

Americanos e europeus ricos como este dentista viajam para a África e pagam fortunas para caçar leões e outros animais exóticos por esporte, e depois levam para casa as cabeças dos animais como troféus.

Se todos nós agirmos agora, poderemos forçar os EUA e a Europa a proibir a importação destes troféus que ameaçam a sobrevivência de animais majestosos.

Alguns parlamentares europeus já consideram o assunto, mas para vencer, precisamos de uma onda de apoio global sem precedentes. Temos chances: 1,4% dos usuários da internet em todo o mundo estão recebendo este e-mail. Se cada um de nós fizer com que uma outra pessoa assine, chegaremos a quase 3%. Se cada pessoa convencer três pessoas, conseguiremos quase 6%, e assim por diante.

Assine e compartilhe no Facebook, Twitter, e-mail – em todos os lugares – antes que o mundo se esqueça de Cecil:

https://secure.avaaz.org/po/save_africas_lions_loc/?bobnybb&v=62690

Cecil era um leão amado no Zimbábue, conhecido por sua impressionante juba negra e por ser manso com os turistas e fotógrafos.

A caça de Cecil durou 40 horas e foi de uma brutalidade sem tamanho: os caçadores atraíram o leão para fora do parque protegido onde vivia, acertaram ele com uma flecha e o deixaram sofrer durante toda a noite. Eles mataram Cecil na manhã seguinte e, ilegalmente, arrancaram o aparelho de GPS antes de decapitar e esfolar o leão para fazer o troféu.

Para aumentar a tragédia, cerca de doze filhotes de Cecil agora correm risco de serem abatidos por outros leões, algo comum quando os machos do grupo morrem.

O Zimbábue e outros países não vão reprimir crimes como este, nem mesmo regulamentar melhor a caça, a menos que os lucros da atividade sejam ameaçados. Portanto, se os Estados Unidos e a Europa proibirem a importação de troféus animais provenientes de países que não adotam práticas sustentáveis de caça, garantiremos a sobrevivência dos leões no planeta.

É uma política simples, já endossada por alguns países da União Europeia, mas que não será aprovada sem o apoio de um movimento global gigantesco. Se todos nós assinarmos e convidarmos nossos amigos para participar, compartilhando com toda a internet, poderemos vencer.

Assine e compartilhe agora -- não deixe passar essa oportunidade que Cecil tristemente nos trouxe:

https://secure.avaaz.org/po/save_africas_lions_loc/?bobnybb&v=62690
A comunidade da Avaaz já conquistou vitórias surpreendentes para salvar algumas das espécies mais ameaçadas do planeta: desde baleias a orangotangos, passando pelo atum-rabilho. Em cada ocasião, a vitória se deve ao fato de que nos unimos no exato momento em que a oportunidade se apresentou, acreditando que um mundo melhor e mais sustentável é possível. Chegou a vez de nossos leões.

Com esperança,

Mia, Rewan, Luis, Danny, Jooyea, Sobaika, Ricken e toda a equipe da Avaaz

Mais informações:

A terrível história da morte do leão Cecil (Exame)
http://exame.abril.com.br/mundo/noticias/a-terrivel-historia-do-leao-cecil-morto

Uma flecha, um tiro e 50 mil euros mataram o leão Cecil (O Público)
http://www.publico.pt/ecosfera/noticia/uma-flecha-um-tiro-e-50-mil-euros-mataram-o-leao-cecil-1703444

Dentista confessa que pagou para matar leão Cecil, ícone da África (O Dia)
http://odia.ig.com.br/noticia/mundoeciencia/2015-07-29/dentista-confessa-que-pagou-para-matar-leao-cecil-icone-da-africa.html

O que aconteceu ao homem que matou o leão Cecil? (Sábado)
http://www.sabado.pt/mundo/detalhe/o_que_aconteceu_ao_homem_que_matou_o_leao_cecil.html

Caçador de leões Walter Palmer que matou Cecil enfrenta pressão por processo (Guardian) (em inglês)
http://www.theguardian.com/world/2015/jul/29/cecil-the-lion-calls-for-prosecution-us-dentist-walter-palmer

Morte do mais amado leão do Zimbábue inflama debate sobre caça esportiva (National Geographic) (em inglês)
http://voices.nationalgeographic.com/2015/07/21/death-of-zimbabwes-best-loved-lion-ignites-debate-on-sport-hunting/

Assassinato do leão Cecil desencadeia pedidos de proibição de importação de troféus na UE (Guardian) (em inglês)
http://www.theguardian.com/environment/2015/jul/27/killing-of-cecil-the-lion-prompts-call-for-eu-ban-on-importing-lion-trophies 

Pois vamos pra guerra!!! PT querendo abafar a culpa do Brahma é a prova definitiva que o partido NUNCA esteve nem aí para o Brasil!! Fernando Francischini

Só os três grandes “elefantes brancos” da Copa – Mané Garrincha, Arena Amazônia e Arena Pantanal – custaram R$ 2,716 bi. É isso mesmo: chegamos a um ponto em que a sede do Campeonato Brasiliense é mais cara do que uma viagem a um dos corpos celestes mais distantes do Sistema Solar.

BRASIL MÍNGUA COM O PT E SEUS COLIGADOS

FORA DILMA

GREENPEACE



Ativistas se penduram de ponte para impedir Shell
26 ativistas do Greenpeace Estados Unidos se penduraram da ponte de St. John em Portland, EUA, para impedir a partida do navio quebra-gelo da Shell, o MSV Fennica, que segue para o Ártico. Os escaladores estão com suprimento o bastante para aguentarem alguns dias na posição. O navio, já atrasado, não mostra sinais de sair do porto. Saiba mais.
Faltou água? Entenda mais
O primeiro episódio da websérie "Volume Vivo", que busca denunciar as principais causas da falta de água no Estado de São Paulo. “Negação da Crise” expõe a falta de informação sobre a maior crise hídrica da região e narra a trajetória do Sistema Cantareira, que caminha rumo ao colapso. Saiba mais.
 
Desmatamento Zero contagiando o Brasil
Mais de 110 grupos, distribuídos em 23 estados, estiveram nas ruas neste sábado dia 25 no Dia da Mobilização Nacional pelo Desmatamento Zero. Centenas de brasileiros abdicaram do seu sábado de descanso para ir às ruas para lutar pela proteção das florestas. Saiba mais.
O fracasso do programa de descontaminação de Fukushima
A contaminação radioativa nas florestas e terras da província de Iitate, em Fukushima, é tão intensa que será praticamente impossível que antigos moradores retornem para seus lares, revelou uma investigação conduzida pelo Greenpeace Japão.Saiba mais.
 
ICMS: Tomara que caia
A possibilidade de alterar a forma de incidência do ICMS na geração de eletricidade do mini e microgerador, aumentando os ganhos do cidadão que gera sua própria energia, existe desde abril quando o Convênio foi editado pelo ConFaz.Saiba mais.
Nossa missão é proteger o meio ambiente, promover a paz e inspirar mudanças de atitudes e com a sua ajuda poderemos continuar com a nossa missão. Venha fazer a diferença, junte-se a nós.
Junte-se a nós

Pesquisadores tentam desvendar mistério de caixa lacrada há 4 séculos BBC

Pesquisadores tentam desvendar mistério de caixa lacrada há 4 séculos nos EUA

  • 30 julho 2015
Credito: AP
Caixa lacrada de prata foi encontrada com restos mortais de colonizadores
Foram dois anos de trabalho até que pesquisadores conseguissem identificar as ossadas de alguns dos primeiros colonizadores americanos, mortos 400 anos antes na localidade de Jamestown. Mas ainda havia um mistério: com os restos mortais, foi encontrada uma pequena caixinha de prata. Lacrada.
Como seria possível então estudar seu conteúdo sem romper o lacre e danificar o conteúdo? Novamente, a resposta foi o uso de tecnologia de ponta.
"Ela não podia ser aberta, então tivemos que descobrir um jeito de ver dentro dela sem abrir a caixa", diz James Horn, presidente da Jamestown Rediscovery.
Pesquisadores usaram tomografias computadorizadas para mapear o interior da caixinha e impressão 3D para estudar os objetos fisicamente.
Credito: BBC
Tomografias computadorizadas permitiram ver o interior da caixa
Dentro da caixa, encontrada na cova do capitão Gabriel Archer, havia vários fragmentos de ossos e uma pequena ampola que, segundo os pesquisadores, podia conter água ou óleo bentos. Acredita-se que ela seja um relicário, provavelmente católico.
Com as imagens, os cientistas fizeram impressões em 3D e pintaram os ossos para saber como eram.
Mas, segundo Horn, a caixinha permanece um enigma.
Há uma letra "m" maiúscula inscrita na tampa na caixa. Ninguém sabe quem fez a inscrição e qual seu significado. "Seria o nome de um santo? Ou talvez tenha um significado pessoal?", indaga Horn.
smithsonian institution
Ossadas pertenciam a quadro líderes de Jamestown, a primeira colônia inglesa bem sucedida no Novo Mundo
"Essa caixa permaneceu em segredo por mais de 400 anos. Mas é possível, com a nova ciência e tecnologia, que algum dia descubramos o que ela está nos dizendo."

Identificação

A identificação das ossadas de quatro líderes de Jamestown (no Estado da Virgínia) - a primeira colônia inglesa bem sucedida no Novo Mundo - , foi anunciada na terça-feira pelo Instituto Smithsonian.
A pesquisa também revelou detalhes da vida, da morte e da importância da religião no assentamento de Jamestown, que fica a 130 quilômetros ao sul de Washington.
Mas foram necessários dois anos de investigação e de técnicas modernas para identificar os ossos, que estavam em péssimo estado de conservação.
Credito: CBS
Objeto, provavelmente um relicário, estava na cova de capitão Gabriel Archer
Os homens identificados são, além do capitão Gabriel Archer, o reverendo Robert Hunt, 'sir' Ferdinando Wainman e o capitão William West.
Eles foram figuras importantes na condução dos rumos de Jamestown entre 1607 e 1610, um período em que a colônia chegou perto do fim.
Os corpos exumados foram encontrados em novembro de 2013 e se sabia que eram de pessoas de status na comunidade, já que estavam enterrados em uma igreja - a mesma onde ocorreu o casamento entre Pocahontas, filha de um líder indígena que ficou famosa com o filme da Disney, e o explorador britânico John Rolfe.