Páginas

segunda-feira, 30 de junho de 2014

DILMA FUROU.

PROMESSINHA.

PT ACUADO.

+ ROUBO.

LUTE POR SEUS DIREITOS.

FORA DILMA.

FANTASIA PETRALHA.

CHEIRINHO DE PIZZA.

ALBERT EINSTEIN


 Albert Einstein foi a uma festa e, como não conhecia ninguém, foi logo tentando se misturar aos convidados:
- Oi, como vai? - perguntou ele.
- Vou bem!
- Qual é o seu Q.I.?
- 250.
Então ele logo começou a conversar sobre física quântica, teoria da relatividade, bombas de hidrogênio, Deus, o Universo etc.

Andou mais um pouco e encontrou outra pessoa:
- Qual seu Q.I.?
- 150.
Então, novamente ele começou a conversar, só que desta vez sobre desigualdade  social, justiça, questões internacionais.

Andou mais um pouco e encontrou uma terceira pessoa:
- Oi, como vai? - perguntou ele.
- Tudo bem!
- Qual o seu Q.I.?
- 100.
Então ele começou a conversar sobre desemprego, reforma agrária, aumento dos combustíveis, corrupção, etc.

Andou mais um pouco e encontrou outra pessoa:
- Como está, tudo bem?
- Tudo ótimo.
- Qual é o seu Q.I.?
- 50.
Então ele começou a falar sobre o Big Brother, novelas, música baiana, pagode, Adriane Galisteu, Luciana Gimenez, Roseana Sarney, etc.

Deu mais uma volta e encontrou outra pessoa e perguntou:
- Qual o seu Q.I.?
- 10.
- E aí mano, firmeza? Como é, vamo vota na Dilma de novo?

sábado, 28 de junho de 2014

BRASIL DE DILMA/LULA



NOSSO DINHEIRO.

Quase 700 milhões de DÓLARES Pr um porto em C U B A? E mais 360 milhões de dólares Pr um aeroporto em HAVANA? Pqp me desculpem a palavra,contratos secretos? Só falta a bolsa nariz vermelho que já estamos sendo feitos de palhaço a muito tempo, @foraptforadilma não da mais!!


DITADORES DO MAU.

O que me apavora é ter a certeza que eles sabem o quanto nos deixam chocados, e mesmo assim, continuam nos afrontando. A atitude deles é sem dúvida, de ditadores.
Ministro libera Delúbio, Valdemar e outros condenados no mensalão
Substituto de Joaquim Barbosa, Luís Roberto Barroso decidiu com base em entendimento adotado ontem pelo STF, de que presos em regime semiaberto podem deixar o presídio para trabalho externo. http://bit.ly/UMVS8j

AIRBAGS MARÍTIMOS.

Mecânica

Airbags marítimos evitam que navios afundem

Redação do Site Inovação Tecnológica - 27/06/2014
Airbags para navios
Os airbags marítimos vão inflar dentro dos tanques de lastro. O casco duplo encareceria muito o custo do navio. [Imagem: SuSy Project]
Boias antiafundamento
Airbags automotivos funcionam como almofadas que amortecem o impacto dos ocupantes de um carro durante uma batida.
Engenheiros europeus pegaram o conceito emprestado e o adaptaram para uma finalidade inusitada: evitar que navios afundem, ou pelo menos, dê tempo para que os passageiros desembarquem ou a carga seja retirada.
A ideia é, em caso de acidente, inflar rapidamente boias que retardem ou evitem que a embarcação aderne ou afunde.
"Nosso desafio era produzir enormes quantidades de gás a partir de pequenos cartuchos, para ser liberado rapidamente em dispositivos infláveis," conta Reinhard Ahlers.
Ahlers é coordenador do projeto SuSy - Surfacing System for Ship Recovery, sistema de flutuação para recuperação de navios, em tradução livre -, financiado pela União Europeia, e que realizou os primeiros testes no porto de Chalkida, na Grécia.
Airbag para navio
Os engenheiros compararam diversas abordagens para fazer um navio acidentado flutuar, o que incluiu balões de ar e diversos tipos de flutuadores infláveis, colocados dentro ou fora do navio ou dentro dos tanques de lastro.
A proposta considerada mais eficiente consiste em pequenos airbags incorporados ao longo de todo o casco do navio, o que evita perdas de espaço útil e protege o sistema contra danos acidentais, sobretudo nas manobras de atracamento e carga e descarga.
Contudo, isso implica na construção de um casco duplo, o que encareceria muito o custo do navio e dificultaria a inspeção periódica do sistema.
A equipe então optou por colocar os balões infláveis dentro dos tanques de lastro, o que garantiu a flutuabilidade das embarcações de teste mesmo no caso de danos físicos que causam grandes aberturas no casco.
Apesar dos bons resultados, a equipe admite que o sistema ainda não está pronto para uso.
Uma das melhorias desejáveis é um controle no sistema de vazão do gás. Ao contrário dos airbags automotivos, cuja eficiência depende da rapidez de seu enchimento, os airbags marítimos funcionariam melhor com um controle preciso de vazão, que garanta que as boias encherão apenas na medida exata da necessidade.

FOTOSSÍNTESE

Energia

Contribuição brasileira à fotossíntese artificial

Com informações do Jornal da Unicamp - 26/06/2014
Mais um passo rumo à fotossíntese artificial
[Imagem: Jackson Dirceu Megiatto/Unicamp]
Fotossíntese artificial
Primeiro, compreender a natureza. Depois, tentar imitá-la. Adotado pelos cientistas há centenas de anos, esse princípio tem sido responsável por algumas das mais significativas descobertas da ciência ao longo da história.
O preceito também serviu de inspiração ao professor Jackson Dirceu Megiatto Júnior, da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), que obteve importantes avanços na desafiadora proposta de transformar água e luz solar em fonte de energia.
Trata-se de uma das mais importantes participações brasileiras no esforço internacional em busca do desenvolvimento da fotossíntese artificial.
"Converter água e luz solar em fonte de combustível é algo que a natureza faz rotineiramente através da fotossíntese. O que estamos tentando fazer é reproduzir artificialmente esse processo em nossos laboratórios", explica Jackson.
Como ainda não existe tecnologia para reproduzir artificialmente o processo de fotossíntese natural das plantas baseado em proteínas - as proteínas deixam de funcionar fora de seu ambiente natural -, os pesquisadores partiram para o desenvolvimento de materiais artificiais que possam replicar o processo.
Porfirinas e tirosina
"O que nós fizemos inicialmente foi sintetizar moléculas muito similares às clorofilas, chamadas porfirinas, que dispensam a estrutura proteica para realizar absorção de luz sem se degradar", relata Jackson.
O problema é que, embora sejam estáveis durante o processo de absorção de luz, as porfirinas se degradam primeiro que as moléculas de água durante o processo artificial de fotossíntese - ou seja, elas são mais estáveis que a clorofila, mas não o suficiente para a conclusão do processo.
Mais um passo rumo à fotossíntese artificial
Pesquisadores esperam usar uma reação química similar à fotossíntese, mas em um sistema artificial, para turbinar a fotossíntese e construir um sistema ainda mais eficiente. [Imagem: Beyer et al./NanoLetters]
A solução foi novamente encontrada na natureza, em um um aminoácido do tipo tirosina, presente na proteína das folhas, que permite que as clorofilas "conversem" com as moléculas de água, sincronizando o processo de captura, tudo estabilizado com o uso de flúor, que impede a perda das moléculas de água.
"A tirosina apresenta um grupo fenólico em sua estrutura que possui uma propriedade bastante peculiar. Ele é capaz de receber rapidamente a energia proveniente das clorofilas ativadas e armazená-la pelo tempo necessário para que as moléculas de água ao seu redor sejam decompostas em hidrogênio e oxigênio. Moléculas do tipo fenol são produzidas às toneladas atualmente," explica o pesquisador.
O rendimento apresentado pelo material conjugado foi muito próximo àquele apresentado pela fotossíntese natural.
Viabilidade
O próximo passo do trabalho, antecipa o pesquisador, será buscar um sistema completo de produção de energia.
A proposta é conectar uma célula solar construída com os nanomateriais que realizam fotossíntese artificial a uma célula combustível, que reorganize os átomos de hidrogênio e oxigênio, gerando eletricidade e água.
Jackson antecipa que, mesmo após vencida esta etapa, restarão desafios para tornar o processo da fotossíntese artificial comercialmente viável, sobretudo porque o processo de preparação das porfirinas ainda é caro.
Bibliografia:

A bioinspired redox relay that mimics radical interactions of the Tyr-His pairs of photosystem II
Jackson Dirceu Megiatto Júnior, Dalvin D. Méndez-Hernández, Marely E. Tejeda-Ferrari, Anne-Lucie Teillout, Manuel J. Llansola-Portolés, Gerdenis Kodis, Oleg G. Poluektov, Tijana Rajh, Vladimiro Mujica, Thomas L. Groy, Devens Gust, Thomas A. Moore, Ana L. Moore
Nature
Vol.: 6, 423-428
DOI: 10.1038/nchem.1862

sexta-feira, 27 de junho de 2014

PLANO REAL.

A LÍNGUA QUEIMA.

BOLSA APLAUSO.

+ UM FURO DA DILMA.

A PROMESSA QUE NUNCA CUMPRIRÁ.

ASSASSINO

En un aniversario de la muerte del Che Guevara compartimos la comunicación del Partido Liberal Libertario uruguayo. Si vivís del otro lado del charco y sos liberal contactate!
Les dejamos unas perlitas de un asesino con un muy buen marketing:
«Ejecutar a un ser humano es algo feo, pero ejemplarizante. De ahora en adelante aquí nadie me volverá a decir el saca muelas de la guerrilla.»
«…acabé el problema dándole en la sien derecha un tiro de pistola 32, con orificio de salida en el temporal derecho. Boqueó un rato y quedó muerto.»
«Tengo que confesarte, papá, que en ese momento descubrí que realmente me gusta matar.»
«En el Perú y Bolivia utilizaremos a la indiada para promover la revolución, de esos hay miles y son fácilmente reemplazables.»
«El negro indolente y soñador, se gasta sus pesitos en cualquier frivolidad o en pegar unos palos (emborracharse), el europeo tiene una tradición de trabajo y de ahorro.»
«Para enviar hombres al pelotón de fusilamiento, la prueba judicial es innecesaria. Estos procedimientos son un arcaico detalle burgués. ¡Esta es una revolución! Y un revolucionario debe convertirse en una fría máquina de matar motivado por odio puro.»
«Los trabajadores cubanos tienen que irse acostumbrando a vivir en un régimen de colectivismo y de ninguna manera pueden ir a la huelga.»
A los homosexuales, «el trabajo os hará hombres.»
«No debemos nunca establecer la coexistencia pacífica. En esta lucha hasta la muerte entre dos sistemas debemos obtener la victoria definitiva. Nosotros marcharemos hacia la victoria aun si ello cuesta millones de víctimas en una guerra atómica.»

O ESPETÁCULO DO CRESCIMENTO.

NADA FEZ E NADA FARÁ.

DINHEIRO PÚBLICO PARA O RALO.

QUE MARAVILHA AS ESTRADAS QUE O LULA ASFALTOU E A DILMA ASSINOU.

+ UM ABSURDO, MAS TEMOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL.

PARTIDO DE MÉRITOS PARA NÃO DIZER OUTRA COISA.

ESSE DESVIADOR DE VERBAS QUER SER GOVERNADOR DE SÃO PAULO.

CHEGA DE IMPOSTOS.

REMÉDIOS SUPERFATURADOS COMPRADO POR PADILHA, QUE É MAIS UM DA QUADRILHA PETRALHA.

O MURO.

ESTUPIDEZ ACREDITAR NA DILMA/LULA.

quarta-feira, 25 de junho de 2014

POR ONDE PASSAM SÃO VAIADOS E CUSPIDOS.

JOGOS MORTAIS.

VAMOS PARTICIPAR.

Cara comunidade, 



O frágil equilíbrio da biosfera do planeta está em um ponto crítico e toda vida na Terra está ameaçada. Cientistas dizem que agora é o momento do "ou vai ou racha" para as mudanças climáticas e, daqui a 100 dias, os líderes mundiais se reunirão na ONU. É o tempo que temos para organizar o maior dia de ação contra as mudanças climáticas da história em várias partes do mundo. Precisamos exigir ações e lutar por aqueles que amamos. Junte-se ao movimento

Vou participar!
A última era do gelo tomou conta do planeta em 6 meses. Apenas 6 meses foram suficientes para a paisagem da Europa e dos EUA ser transformada em um deserto de blocos de gelo do tamanho de prédios inteiros. Foi um ponto crítico para o clima, quando o equilíbrio do planeta saiu completamente do controle, ameaçando a sobrevivência de todos os seres vivos – e três outros momentos críticos exatamente como esse estão prestes a acontecer. 

Chegamos no momento do "ou vai ou racha" em relação ao clima segundo um cientista da NASA, mas uma resposta à altura e um dia de ação global pode mudar o futuro que nos espera. 

Um acordo contendo medidas óbvias para acabar com o uso de energias não-renováveis pode nos salvar. Foi por isso que a ONU convocou uma reunião urgente sobre o clima com todas as grandes lideranças mundiais para daqui a pouco menos de 100 dias. Se, no dia 21 de setembro, fizermos a maior mobilização global de todos os tempos pelo clima poderemos acabar com a influência das mega-empresas de carvão e petróleo que impede até os melhores políticos de fazer a coisa certa. 

Não há como disfarçar que esta é uma tarefa enorme. Mas, se nos unirmos, cada pequena ação se somará ao movimento de milhões, enfraquecendo a oposicão e convencendo nossos líderes a se libertar do lobby e construir um futuro com esperança, limpo e verde. Clique abaixo para participar: 

https://secure.avaaz.org/po/join_to_change_everything/?bobnybb&v=41687 

Momentos críticos como este que vivemos acontecem em ciclos; as mudanças climáticas se alimentam de si mesmas e rapidamente resultam em consequências aceleradas e catastróficas. Agora mesmo, gás metano, 25 vezes pior para o aquecimento global que o dióxido de carbono, está preso sob o gelo. Mas, à medida que o gelo derrete, o gás é liberado para a atmosfera, causando ainda mais derretimentos, o que nos priva de mais uma camada de gelo que funciona como um escudo, refletindo os raios do sol e mantendo as temperaturas no planeta mais baixas. Mais metano e menos gelo significa ainda mais aquecimento global, e tudo começa a fugir do controle. E esse é só um exemplo… É por esse motivo que os cientistas estão gritando a plenos pulmões que precisamos agir imediatamente. 

Na verdade, já temos as ferramentas e o planejamento necessários para garantir que não passemos a viver em um mundo em que momentos críticos nos destruam. E, ao mesmo tempo em que será necessária cooperação global em uma escala muito maior que antes, nosso movimento de mais de 36 milhões de pessoas já tem o precisa para forçar os líderes de cada país a dar os primeiros passos. Nesta semana mesmo, os governos dos EUA e a China anunciaram políticas-recorde para deter o avanço da poluição em seus países — já estamos criando o momento para fazer com que a conferência do clima de Paris em 2015 seja um sucesso, e, em apenas 100 dias, podemos levar isso a um nível superior. 

Tomar as ruas em grande número, demonstrando nosso poder e coordenação, é uma das formas mais eficientes de gerar mudanças -- desde o movimento anti-Apartheid na África do Sul até o movimento em defesa dos direitos civis nos EUA, às vezes esta tem sido a única maneira. É a chance de levarmos nossa força para a questão mais importante desta era: a sobrevivência e um futuro próspero para as nossas famílias por muitas gerações. Clique abaixo para fazer parte

https://secure.avaaz.org/po/join_to_change_everything/?bobnybb&v=41687 

Sabemos que podemos fazer isso… E em grande estilo. Quando a nossa comunidade consistia em apenas três milhões de pessoas, organizamos três mil ações no mesmo dia para salvar o nosso planeta. Já somos 36 milhões, dez vezes mais que antes! Imagine o que podemos conquistar juntos agora... 

Com muita esperança pelo nosso futuro, 

Emma, Iain, Lisa, Ricken, Alice, Emily, Sayeeda, Uilleam e toda a equipe da Avaaz 


MAIS INFORMAÇÕES 

Derretimento de geleiras gigantes ultrapassou ponto de retorno, dizem cientistas (Folha de S.Paulo)
http://www1.folha.uol.com.br/ambiente/2014/06/1464119-derretimento-de-geleiras-gigantes-ultrapassou-ponto-de-retorno-dizem-cientistas.shtml

Luiz Gylvan Meira: “As dúvidas sobre mudanças climáticas desapareceram” (Época)
http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/blog-do-planeta/noticia/2014/06/com-evolucao-cientifica-duvidas-sobre-mudancas-climaticas-desapareceram.html 

Nasa afirma que derretimento de geleiras na Antártida é irreversível (Galileu)
http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Meio-Ambiente/noticia/2014/05/nasa-afirma-que-derretimento-de-geleiras-na-antartida-e-irreversivel.html 

Quatro graus a mais (Estadão)
http://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,quatro-graus-a-mais-imp-,1503515 

Relatório: Prepare-se para o ponto onde não haverá retorno sobre o clima (em inglês) (Politico)
http://www.politico.com/story/2013/12/national-research-council-report-climate-change-could-hit-tipping-points-environment-100615.html 

Pequena era do gelo tomou a Europa em apenas meses (em inglês) (New Scientist)
http://www.newscientist.com/article/mg20427344.800-mini-ice-age-took-hold-of-europe-in-months.html 



A Avaaz é uma rede de campanhas globais de 36 milhões de pessoas que se mobiliza para garantir que os valores e visões da sociedade civil global influenciem questões políticas internacionais. ("Avaaz" significa "voz" e "canção" em várias línguas). Membros da Avaaz vivem em todos os países do planeta e a nossa equipe está espalhada em 18 países de 6 continentes, operando em 17 línguas. Saiba mais sobre as nossas campanhas aqui, nos siga no Facebook ou Twitter.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Comércio do Rio estima que perdas cheguem a 70% - Ancelmo Gois: O Globo

Comércio do Rio estima que perdas cheguem a 70% - Ancelmo Gois: O Globo

ROBOUCOPA

DESTRUIR O BRASIL.


VENENO DE CASCAVEL COMO COLA BIOLÓGICA.

Materiais Avançados

Brasileiros usam veneno de cascavel para criar cola biológica

Redação do Site Inovação Tecnológica - 24/06/2014
Brasileiros criam cola biológica usando veneno de cascavel
A cola foi desenvolvida a partir da mistura de uma enzima extraída do veneno da cascavel com fibrinogênio de sangue de grandes animais. [Imagem: Cevap/Unesp]
Selante de fibrina
Pesquisadores da UNESP (Universidade Estadual Paulista), em Botucatu (SP), desenvolveram uma cola biológica a partir do veneno da cobra cascavel (Crotalus durissus terrificus).
Por ser um produto biológico, a cola - que os pesquisadores chamam de selante de fibrina - terá uso primordial em medicina e estudos avançados de terapia celular, sobretudo envolvendo células-tronco.
A cola foi desenvolvida a partir da mistura de uma enzima extraída do veneno da cascavel com fibrinogênio de sangue de grandes animais.
Fibrinogênio é uma proteína envolvida na coagulação do sangue, funcionando como matéria-prima a partir da qual o organismo produz a fibrina necessária para estancar a perda sanguínea em um ferimento.
A equipe demonstrou que o selante de fibrina possui uma estrutura tridimensional capaz de segurar e manter células-tronco no local onde devem se desenvolver.
O material não causou rejeição, mostrando-se uma alternativa eficaz e de baixo custo para a engenharia de tecidos e engenharia celular.
"O selante de fibrina tem um baixo custo de produção, não transmite doenças infecciosas a partir de sangue humano e tem propriedades de um andaime adequado para as células estaminais porque permite a preparação de suportes diferenciados, que são adequados para todas as necessidades", explica o professor Rui Seabra Ferreira Júnior.
Patente e desenvolvimento
A UNESP depositou um pedido de patente para garantir os direitos de criação intelectual sobre o desenvolvimento do produto biológico.
O INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) deverá avaliar a pertinência de realizar uma extensão internacional do pedido de patente, visto que o depósito garante a proteção somente em território brasileiro.
O esforço agora será encontrar parceiros da iniciativa privada que se interessem em produzir e comercializar o selante de fibrina.
Para isso, deverão ser feitos investimentos em desenvolvimento - o escalonamento e a criação de um produto comercial a partir dos passos desenvolvidos em laboratório.
O mais recente artigo científico sobre o selante de fibrina mereceu destaque na capa da plataforma científica BioMed Central, que reúne resultados publicados em mais de 250 revistas científicas.
Bibliografia:

A new fibrin sealant as a three-dimensional scaffold candidate for mesenchymal stem cells
Vinícius P. Gasparotto, Fernanda C. Landim-Alvarenga, Alexandre L. Oliveira, Gustavo Ferreira Simões, João F. Lima-Neto, Benedito Barraviera, Rui S. Ferreira
Stem Cell Research & Therapy
Vol.: 5:78
DOI: 10.1186/scrt467

NANOSSATÉLITE BRASILEIRO.

Espaço

Primeiro nanossatélite brasileiro lançado com sucesso

Redação do Site Inovação Tecnológica - 20/06/2014
Primeiro nanossatélite brasileiro vai ao espaço
Apesar de suas pequenas dimensões, o nanossatélite brasileiro tem três cargas úteis. [Imagem: AEB]
Primeiro nanossatélite brasileiro
NanosatC-Br1, tornou-se o primeiro nanossatélite brasileiro a chegar ao espaço.
Ele foi lançado com sucesso nesta quinta-feira, às 16h15 no horário de Brasília, da base de Yasny, na Rússia.
nanossatélite é de uma categoria de satélites artificiais minúsculos, conhecidos como cubesats, por terem o formato de um cubo, medindo poucos centímetros e pesando pouco mais de um quilograma.
A mesma equipe já havia construído um cubesat antes, mas ele foi destruído em um acidente na base de lançamento de Alcântara, há 11 anos.
Lançamento por atacado
O lançamento do NanosatC-Br1 foi realizado a bordo de um foguete DNEPR, que levava outros 36 nanossatélites, mais um recorde do velho míssil nuclear convertido para missões de paz.
Os objetivos científicos da missão incluem o estudo de distúrbios na magnetosfera, principalmente na região da Anomalia Magnética do Atlântico Sul, e do setor brasileiro do Eletrojato Equatorial Ionosférico.
Além disso, o NanosatC-BR1 permitirá testar, em voo, circuitos integrados resistentes à radiação projetados no Brasil, para utilização em futuras missões de satélites nacionais de maior porte.
O nanossatélite brasileiro tem três cargas úteis: um magnômetro para utilização dos seus dados pela comunidade científica; um circuito integrado projetado pela Santa Maria Design House da UFSM; e o hardware FPGA, que deve suportar as radiações no espaço em função de um software desenvolvido pelo Instituto de Informática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Lançamento verdadeiramente espacial
Uma equipe de engenheiros brasileiros acompanhou o lançamento na Rússia, enquanto outra se incumbiu de rastrear o início da operação do NanosatC-BR1 na estação terrena de Santa Maria.
O satélite de pequeno porte foi desenvolvido pelo INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) em parceria com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), do Rio Grande do Sul, e apoio da Agência Espacial Brasileira (AEB).
O projeto conta ainda com a participação do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), que tem em São José dos Campos (SP) uma estação terrena que também receberá dados do NanosatC-BR1.
O próximo evento envolvendo os nanossatélites brasileiros envolverá um lançamento verdadeiramente espacial, feito diretamente a partir da Estação Espacial Internacional:

segunda-feira, 23 de junho de 2014

MENOR PODE TUDO, MENOS ESTUDAR E TRABALHAR.

PT JOGANDO SUJO.

DILMA CONTRATA 6000 MILITONTOS PARA GRITAR VIVA DILMA.

LISTA NEGRA CONTRA JORNALISTAS.

A PIADA.

LULA E DILMA DISCURSANDO E A VERDADEIRA TRADUÇÃO.

LULA E O FRACASSO.

SELEÇÃO MIREM NO EXEMPLO DE CIELO, NÃO PROMOVAM O PT.